Seguidores

segunda-feira, 13 de junho de 2011

PUXANDO A CIRANDA INTERIOR - CONCEDE-ME ESSA DANÇA?

 ‍Desde que eu era era menino
Eu já sonhava grande
Com essas radiantes estripulias.
Eu já avisava lá em casa:
Ó, minha mãe, quando eu crescer
Quero ser mestre de ciranda!
Sonhava em comandar toda aquela animação,
De tirar os cantos, de tocar o ganzá
De botar ordem no folguedo
Ou apitar minha própria 'arruaça'.
Queria poder enfeitar o salão e o terreiro
Como se fosse festa de São João,
Eu a pedir a mão da faceira Lia, 
Diante de uma imensa fogueira na rua.
Mesmo que fosse só de brincadeira,
Mesmo que fosse de vidro o anel-cor-de-fogo 
Que um dia eu sonhara pra ela.
Eu queria uma grande festança, 
Sem data nem hora para acabar o furdunço.
E a todo vapor os instrumentos a tocar
- ganzá, bombo, caixa, cuíca, pandeiro
Sanfona, zabumba e tarol.
Queria improvisar cantigas
Ou mesmo canções em ritmo de ciranda.
Ah, como eu queria, e nunca deixei de bem-querer isso.
Hoje eu cresci. E ainda acordo sonhando:
‍Ainda quero dançar pra valer.
E‍, neste exato instante, fecho os olhos
E me atrevo a um passo de dança. 
Estou de mãos dadas com a moça Lia,
A cirandar como se nos acompanhassem as ondas do mar.
E nós a girar-girando a vida com singelos versos,
Ao unir versos vou puxando a roda do tempo,
Sacudindo esse mundo a girar, a girar.
Vou habilitando o corpo nesse ritmo vital,
Vou me permitir uma dança a mais,
Vou deixar a Poesia me levar, passo a passo,
Vou ganhar o mundo nos braços 
De quem souber embalançar   
Meu coração cirandeiro, 
Ou a quem mais couber o dom 
De conceder-se ao brilho dessa dança!
Quem se habilita a cortar a fita inaugural
Pra fazer triunfar essa festa interior,
Fazendo o mundo inteiro rodopiar
Desabando a tal felicidade 
Dentro das nossas cabeças?

33 comentários:

  1. Pode começar a festa! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  2. Oh, dear. Believe me, your writing is kind of something else when translated. Unfortunately I never learned Spanish, but I enjoy how it sounds.
    If I can inspire you with beauty of my both countries (Norway and Poland) to write poems - I am extremely happy. Saludos!

    ResponderExcluir
  3. Thank you very much for your very kind comments. I am sure your poems are deep and beautiful, but because of a rather poor translation program - it is very difficult to give you the comments you deserve. I hope some of my pictures can inspire you in the future.
    A nice week to you.

    ResponderExcluir
  4. So sorry - of course not Spanish but Portugeese! We have been to Brasil (Pipa) and your country is so beautiful that it is easy to write poems!

    ResponderExcluir
  5. E nesta dança poetica, você encanta os leitores.Muito bom poeta!!
    Grande abraço
    oa.s

    ResponderExcluir
  6. Querido,hj tenho um convite especial a te fazer...se puderes passa no meu cantinho para homenagiar nosso amigo José Sousa...
    Estou passando apressadinha,depois voltarei para fazer meu comentário ok!
    Ainda me conheces?
    bjssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  7. Como é maravilhoso fazer o mundo girar com tuas palavras. É de sair do chão, levitar, de tão exorbitante tua Poesia! Eu quero mais é cair na dança, e sacudir a poeira! Lindo,. você escreve lindo demais... E tanto nos encanta! Estou nas alturas a dançar. Dê-me o prazer desta dança, hoje e sempre. Tua poesia me enleva a passos interiores, indizíveis. Sem palavras!!! Adorei.
    Mirtes Nogueira Furlan
    Poetiza

    ResponderExcluir
  8. JOÃO POETA,
    ÉS MÁGICO COM TUA POESIA DE HIPNOTIZAR... HOJE AO TE LER, ME PEGUEI A DANÇAR, COMO NUM PASSE DE MÁGICA. EU FIZ UMA CIRURGIA HÁ ALGUNS DIAS, ESTOU ME RECUPERANDO BEM. E, CONFESSO, AO LER TEU POEMA, ESQUECI QUE ESTAVA DOENTE, SAÍ DA CAMA E ME PEGUEI A CANTAROLAR, A GIRAR COMO SE CIRANDASSE... ME PEGUEI A DANÇAR. E ACABEI CHORANDO DE ALEGRIA. ÉS UM SER MÁGICO, TUA POESIA CURA A ALMA DOENTE. OBRIGADA, POR EXISTIRES. VALEU!
    BELÍSSIMO POEMA. BEIJOS.
    CARLA CRISTINA
    RIO DE JANEIRO - RJ.

    ResponderExcluir
  9. A poesia cura a alma da gente!
    Estou realmente sensibilizado com o depoimento acima. A Carla Cristina se envolveu tanto com o poema da ciranda que se pegou a dançar... Eu estou fascinado com tuas palavras, ó poeta João Ludugero, pois mexes com a alma, com o corpo, fazendo a vida mais bonita nos levar a dançar, apesar dos pesares. Gostei daqui. Vou voltar, para me alegrar com tua poesia. PARABÉNS!
    Cícero Dias Mello Jr.

    ResponderExcluir
  10. Eu já estou dentro, a dançar... Tua poesia me faz cantar, dançar, viver. Quanta cor, quanta, alegria a girar em tuas palavras benditas. A ti, tiro o chapéu e te convido a abrir comigo essa dança!
    Porque o anel cor de fogo da tua poesia é meu, é de quem acredita na na maravilhosa ciranda da vida! Que venham os anéis acesos da tua poesia me tirar pra dançar... Amanhã não, hoje, agora, já! Amnhã é dia longe. E a festa já começou com tua poesia-dança. Abraço carinhoso,
    Leila

    ResponderExcluir
  11. Muchas gracias por visitar mi blog desde tan lejos! me hace una ilusión tremenda! no entiendo todo lo que escribes, pero con paciencia se puede captar lo esencial y veo que la poesía es lo tuyo. Me encanta, es una arte que poca gente cultiva. Un saludo y hasta pronto.

    ResponderExcluir
  12. Sinto sua falta... não vá demorar tanto tempo assim... rsrs. Mas, sinto mesmo viu?rsrs. Apareça!rsrs.
    Amei sua poesia. Pois, falou em dança, falou comigo. Não sou profissional. Mas amo, amo, amo dançar! Sozinha ou acompanhada, para mim, o importante é dançar.
    Não canso de dizer: PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS PRA VOCÊ... EXTRAORDINÁRIO POETA!!!

    Tenha um ótimo dia, e um beijo da amiga que te adora. Eliana

    ResponderExcluir
  13. Gracias por tu visita y por tus amables palabras. Has construido un precioso espacio, felicidades.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  14. Adorei!!! Obrigada João!
    Tem um recadinho lá para você. Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Olá, Poeta Ludu, posso dizer apenas uma coisa:
    Eu queria dizer com todas as letras que EU TE AMO! Porque és meu amigo virtual, meu poeta preferido, que faz poemas com a minha cara! Você é muito lindo, do coração à cabeça e o resto também... risos! Mas eu te amo porque és muito rico, tem mais que dinheiro. Isso é lindo!
    Quer maior riqueza? Meu abraço carinhoso,
    Neide Duarte Casagrande.
    Rio das Ostras.

    ResponderExcluir
  16. Vir aqui é tomar um banho de cheiro de lavar a alma! Tua poesia é contagiante, fico feliz só de te ler, me dá uma vontade enorme de viver, de ver mais as coisas, de não deixar mais a vida passar em branco. Tua poesia é viva! Amo vir aqui e ganho meu dia! Sem rasgação de seda, mas és um poeta consagrado.
    Abraço, Anaildes Bastos

    ResponderExcluir
  17. Querido João,quero ser teu par,mesmo que "o anel que tu me deste era vidro e se quebrou"Estou com a alma a dançar a tua ciranda,vamos todos cirandar...e,de alma leve,os passos vão volteando e a tal da felicidade cai,sobre nossas cabeças,nossas casas,nossas ruas iluminadas pelo
    luar e pela magia de tuas palavras.
    Bjsssssss,Leninha

    ResponderExcluir
  18. Oi, João.
    Passando para retribuir sua gentil visita ao meu blog.
    Estou lhe seguindo.
    Abraços ;)

    ResponderExcluir
  19. Pois, então, dê-me o seu braço...
    eu me habilito a cortar o laço
    e entrar na dança...
    Quando criança de roda eu brincava.
    Depois em brincadeiras, ao som da "vitrola" eu sempre dançava.
    Aprendi o bolero
    o mambo
    o chá chá chá!!!
    e no samba
    pus-me a arrebentar.
    Conheci em um baile meu marido
    e em um tango doido
    ele ficou doido comigo.

    com carinho
    rosa
    de
    Fátima
    ( Maraláxia-http://www.seriax.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  20. Parece que aprendi contigo a ser apressadinha...fui e já de volta para ler e reler como se dança ciranda...retrocedie no tempo para lembrar que a minha infância foi uma eterna ciranda...saudades de tudo...e tinha que ser vc para me levar de ré para cirandar mais uma vez...amo sim tudo que escreves...esse jeito apressadinho que é caracteristico teu me encanta.
    Bjs para aquecer teu blog!
    vc ainda lembra-se de mim?

    ResponderExcluir
  21. Ludgero

    Ciranda, cirandinha...
    Bela narrativa poética da Ciranda e do cirandar.
    Grato por me "concederes" a tua "dança".
    Vou cirandar por aqui.
    Parabéns pelo teu Sítio.

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Obrigada pela visita, e gentil comentario.
    Eu nao sou poeta, mas adorei!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns, o post ajudou bastante na realização de um trabalho sobre ciranda que estou a fechar na minha Universidade. Seu poema é mesmo magnífico. Eu te darei os direitos autorais. Seu nome já está na Monografia, bem na cabeça.

    Agradeço.
    Alberto Nunes Casanova

    ResponderExcluir
  24. Sua poesia é muito cheia de vitalidade, de alegria. Essa energia faz bem ao espírito, se multiplica. Tá explicado porque seu site é um sucesso: a gente sai daqui querendo ficar. É pura luz, é um foco de alegria! Tua poesia.
    Abraços,
    Joseph Arnaud Vieira

    ResponderExcluir
  25. Olá Meu Bom Poeta e Escriba João:

    Uma honra te seguir, e perceber que já parte fazes em oráculo mio,como girassólica persona,percebo em estilo seu na de escrever arte, um roteirista de ponta e ou um best script man, perceba....

    ricardo calmon

    viver é sim,pura magia

    ResponderExcluir
  26. Poeta do Céu, quanta coisa boa e bonita escreves!
    Eu fiquei extasiada, totalmente, não deu pra segurar e tive orgasmos múltiplos de alegria. Fiz minha alma ir longe, dentro e alto, rodopiando na tua maravilhosa ciranda. Acredite! Tua poesia é uma coisa de louco! Será que existes de fato? Menino, quem te deu esse dom de tanto encantar a gente, assim? Estou de queixo caído, caidinha por teus escritos. Por Deus, nunca mais deixo de vir aqui! Beijaço.
    Maria de Lourdes Castanheira Galvão (Luly Galvão).
    Atriz - Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  27. REALMENTE, TUA POESIA É DIGNA DE TODOS OS APLAUSOS.
    BRAVO, BRAVÍSSIMO!
    MEGA ABRAÇO,
    MORGAN BITENCOURT FRIAS
    ESCRITOR

    ResponderExcluir
  28. Ludugero, poeta,
    bom dia!
    Sua poesia está conquistando todo mundo.
    Lá na Faculdade tá todo mundo lendo seu blog. Tens uma legião de seguidores! E virão mais e mais. Também quem manda ser bom. És porreta demais, escreves como ninguém, de um jeito que agrada a gregos e baianos. Adorei. Voltarei mais vezes! Imagina se vou perder um texto teu!
    Lídia Marianne Belmont Cartaxo

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. If is an autobiographical poem you have done a lot as a young man, congratulations !!!!!!
    Greetings!!

    ResponderExcluir
  31. OI Ludugero
    Tem um presentinho lá no Mundo dos Eus www.omundodoseus.blogspot.com para você!!!

    O Prêmio Sunshine Award segue algumas regrinhas:

    1ª - Agradecer a quem lhe enviou
    2ª - Escrever um post sobre ele
    3ª - Entregar o sêlo a 12 blogs (parte mais difícil.. ter que escolher apenas 12)
    4ª - Mencionar no post os blogs selecionados
    5ª - Avisá-los sobre o recebimento do mesmo

    Beijo no seu coração!
    Roberta

    ResponderExcluir
  32. Amigo: dança comigo e ensina-me a fazer poesia:)
    Abraço

    ResponderExcluir