Seguidores

terça-feira, 7 de junho de 2011

inCONFIDENCIAL: DIA DOS eNAMORADOS


Prisioneiro em LIBERDADE inCONDICIONAL
Dia "d" eNAMORADOS: a liberdade que me olha no espelho é a mesma que me enamora todo santo dia-após-dia!
  Pronto. Já decidi. Já me arranjei:
Eu vou passar o dia dos namorados
Eu comigo mesmo, desprendido.
Cara, estou de cara comigo no espelho!
Aprendi a falar com meus botões,
Calado aprendi a pensar alto!
Eu estou precisando ficar a sós,
Sem esse negócio de cobranças ou dotes,
Nem me sentir moeda de troca ou barganha,
Aceitar 'mea culpa' sem perder a cabeça.
Careço amar meu eu do jeitinho que ele é
Numa iluminada introspecção.
Mais turbando a mente
Que de costume, me pego a divagar,

Alivio  o peso dos ombros, relaxo.
Me faço em caras e bocas, gargarejo.
Eu me zombo. Há tempos que aprendi 
A fazer gozação de mim mesmo.
Não preciso de pré-datados
Para me presentear,
Mando-me flores.
Estou certo de que vou achar
Um meio sadio de cometer loucuras,
Sem precisar usar camisas
De força ou de vênus.
Porque eu já me enamoro.

Quando estou de
'saccus scrotalis repletissimus', 
Canto e danço comigo mesmo!
E consigo chegar ao clímax,
Folheando estrelas!
É o que tenho pra hoje,
De presente para mim.
  Fico à vontade, afrouxo a gravata,

Me presto socorro, aperto o cinto.
Desnudo-me em domicílio,
 À torta e à direita,
Ao vivo e em cores no ar
Num dia "d" enamorado
Que é todo santo dia:
Eu tenho amor próprio
Que não me deixa na mão,
Que não me ganha pelo estômago
Nem me aluga pela barriga,
Nem me põe coleira de estimação.
Esse Amor, num simples 'toque de me dás', 
Ganha-me inteiro, doa-me,
Eu já me entrego em potencial,
À primeira vista, num piscar de olhos.
Porque a liberdade que me olha no espelho
É a mesma que me enamora, de fato, 
Repito: todo santo dia-após-dia!

51 comentários:

  1. Ufa! Hummm....Delícia de texto. Gosto desse jeito só teu de brincar com as palavras, encaixando-as, achando um jeito bonito de dizer as verdades que nos caem como uma luva. Adorei ler cada trecho, cada frase que fizeste no calor do teu entusiasmo poético, avassalador. Tu és o cara! Preciso de vir mais aqui, para me enamorar com mais demora da tua poesia.

    "Quando estou de 'saccus scrotalis repletissimus', canto e danço comigo mesmo!
    E consigo chegar ao clímax, folheando estrelas!"

    Muito bom!!!!
    Abraço,
    Irene Evangelista Paniago,
    Psicóloga em Santos-SP.

    ResponderExcluir
  2. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/selinho-comemorativo-400-seguidores.html

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkkkkk...A-DO-REI!!!!!
    Tu és o tipo de homem que todas queriam para si!
    Mas já que decidistes te enamorar...fazer o que...ahhhhhhh...já sei:
    O negócio é fazer com que tu reconsideres e queiras uma sainha mini(revelando umas coxinhas roliças),blusinha quase aberta mostrando um pouco os peitinhos ff(firmes e fartos),cachinhos loiros dourados,lábios com batonzinho Boka Loka para te tatuar todinho,sempre sorridente e PASME...que sabe lavar,passar,cozinhar e ainda por cima boa de cama,banho e mesa \o/uhuuuuuuuu\o/...já sabes que estou falando de mim...huaschuaschuasch...
    E depois do que escrevestes no meu blog...juro que vou te seguir e perseguir a vida inteira!
    Como é,vais encarar?????
    Beijosss...aliás,UM, no cantinho da tua boca...afinal eu sou séria...ksksksksksksksks...

    ResponderExcluir
  4. Olá, poeta João Ludu,
    Desse jeito você me mata. Quase tive um orgasmo de tanto rir. Mas é sério, seu yexto é maravilhoso! Considere-se beijado, enamorado, cortejado, amassado em cada pedacinho da tua alma, porque você é lindo demais! Eu queri um homem assim todinho pra mim. Pena que você não me quer, pois TE ACHO um cara de uma cabeça boa do cacete! Muito legal seu poema-prosa. Tu sabes gozar da vida direitinho! Eu ainda estou aprendendo.... E vir aqui me incentiva a ter mais essa necessária autoestima. Amo-te de paixão, poeta mais lindo. Beijaço!
    Todas as minhas amigas da faculdade querem te ler e os amigos também! Tá todo mundo doido por você, digo, pelo que escreves aqui no teu confessionário público! Até mais!
    Liliane Coimbra Navarrro
    Estudante de História - USP

    ResponderExcluir
  5. Que texto mais gostoso de ler. Vou copiar e mandar para alguns amigos lá na Espanha. Posso?
    Como pode escrever "porreta" assim? Muito bom, mesmo! Vou vir mais aqui. Tenho que fechar uma monografia, mas prometo te seguir, logo, logo. Não posso ficar de fora desse shpw de blog!!!
    Abraços,
    Antonio Soares Boaventura
    UnB - Brasília

    ResponderExcluir
  6. Estimado e Sublime Amigo:
    "...Porque eu já me enamoro.
    Quando estou de
    'saccus scrotalis repletissimus',
    Canto e danço comigo mesmo!
    E consigo chegar ao clímax,
    Folheando estrelas!
    É o que tenho pra hoje,
    De presente para mim..."

    Fez uma interiorização perfeita de si. Com talento e magia.
    Vive os dias de forma fantástica para escrever e vivenciar-se desta forma literariamente de fascínio e beleza.
    Parabéns..

    Bem-Haja, pela simpatia expressa no meu blogue.
    Abraço amigo enorme pelo que concebe de maravilhar.
    Sempre a admirá-lo pela capacidade de escrita fantástica que mora em si e no que faz.

    pena

    Excelente!
    Bem-Haja, notável amigo.
    É admirável.
    Gostei muito.

    ResponderExcluir
  7. ADOREI!!!!!!
    MINHA CARA ESSE TEXTO"!!!!
    BETO

    ResponderExcluir
  8. Graças a Deus, sou bem relacionada com o Amor da minha vida, tanto que ele não tem ciúmes por eu me pegar a enamorar-me. Eu gosto e entendo essa precisa liberdade de cada qual respeitar a individualidade do outro. Eu amo meu Amor, mas aprendi a separar isso: Tem horas que todos carecem de um momento só seu, nem que seja mesmo para masturbar a alma, fazendo uma reflexão existencial. Adorei seu texto, muito profundo e difícil de ser aceito por aqueles que ainda não deixaram esse mote amadurecer. Isso faz bem a qualquer relacionamento. Crescer está nisso. É uma forma de respeito ao outro, sem desmerecer os encantos do amor. Entendi o seu texto, aprendi a lidar com isso, sem acorrentar a outra parte, como se ela fosse propriedade minha. E, além do mais, não precisa ter dia "d" delimitado para comemoração, porque a vida deve ser enamorada todos os dias. Flores para você, poeta! Pelo lindo texto base para uma boa reflexão. Adorei vir aqui! Vou pedir para meu Amor ler também, vai fazer hiper bem para nós. Tenha um lindo dia!
    Abraços,
    Adélia Maria Sangaletti
    Psiquiatra em Cuiabá

    ResponderExcluir
  9. Olá Amigo!!
    Tu é bem ligeiro rsrs..
    Só veio no meu pobre cantinho uma vez
    mais eu volto afinal foi eu que vim aqui primeiro.
    Querido vai a luta arrumar uma musa antes do dia dos namorados.
    Tu não merece ficar olhando você no espelho.
    beijos meus,Evanir.

    ResponderExcluir
  10. Pois é amigo quando quero "saborear" as palavras e o seu tom encantatório, venho visitar o teu "cantinho"!
    Cá estou eu!:)
    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Olá, poeta, a liberdade propalada no seu poema não fere a individualidade necessária a nenhum casal, não arranha o relacionamento, mas, isto faz com que ele se fortaleça. Pena que as pessoas confundam isso e não entendam dessa necessidade inerente à toda relação. Isso não quer dizer que tenhamos que ficar sozinhos no dia dos namorados, no dia da água, no dia de sei lá o quê.... Mas que aprendamos a ter a convicção necessária que se olhar no espelho, sem a interseção do outro, é algo que um casal precisa. O Amor não precisa de dia "d" para ser comemorado. Amei de paixão suas palavras muito bem ditas no seu texto. É sinal de que és uma pessoa em sã consciência, ciente de teus atos, atitudes e que, sabes muito te amar primeiro, só para depois se entregares, quiçá, ao teu grande amor... que deves tê-lo, de certo!
    Vou voltar mais vezes ao seu blog, pois gostei do teu pensamento, do teu acertado poema crítico.
    Eu e meu marido estamos lendo juntos. Ele adorou seu texto. Estamos praticando isso, cada dia mais enamorados, mesmo quando estamos a sós diante do espelho, aprendemos a respeitar as nossas individualidades. Não é por isso que vamos nos amar menos. Tu és muito bom com tuas letras! És da boa safra dos novos poetas.
    E a tua prosa é mesmo sensacional. Parabéns!!!
    Ana Letícia e Jairo Rodriguez Blanco
    Mestres em Literatura e Língua Estrangeiras.
    São Paulo-Capital.

    ResponderExcluir
  12. QUE BELEZA DE TEXTO. EU PRECISO DESSA LIBERDADE INCONDICIONAL. EU E MINHA ESPOSA PRECISAMOS DISSO. EU TENHO HORAS QUE PAREÇO ANULADO DIANTE DELA. NÃO QUE O AMOR TENHA DECAÍDO, MAS GOSTARIA DE ADERIR A ESSE RITUAL DE SE ENAMORAR, PREPARANDO-SE PARA O AMOR, A PARTIR DE SI MESMO. ISSO É ALGO ESSENCIAL A TODO RELACIONAMENTO. DEVERIA SER, PARA EVITAR CAIR NA SOLIDÃO A DOIS. TEU TEXTO ME CAIU FEITO UMA LUVA. OBRIGADO, POETA LUDGERO! VOU COMEÇAR A ME ENAMORAR MAIS... RISOS!!!!
    ATÉ MAIS! DEVO VOLTAR. AQUI SEMPRE TEM ALGO INTERESSANTE PARA SE LER E EVOLUIR.
    ABS,
    WALTER MORAIS
    CURITIBA-PR

    ResponderExcluir
  13. "Desnudo-me em domicílio,
    A torta e a direita,
    Ao vivo e acores no ar" UAU!rsrs, com todo respeito viu?rsrs.

    Poxa João... que texto!!!

    Parabéns, fica com Deus, tenha uma ótima noite!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi João, texto bem delineado e de verdadeiros tons.
    Os enamorados devem regar seu jardim sempre, não somente neste dia criado nem sei por quem, onde a mídia e o comércio exploram e garimpam seguidores. Mas nada contra, afinal, cada cabeça uma sentença.

    Parabéns pelo modo operandis na escrita inteligente e versátil.
    Obrigada pelas gentis palavras deixadas em meus blogs.
    abraços da Lu Cavichioli

    ResponderExcluir
  15. Postei teu link no facebook, viu?

    ResponderExcluir
  16. Caro amigo

    No descobrir
    dos sentimentos individuais,
    está o aprendizado
    do amar em cada ser.

    Que sempre
    existam
    sonhos em ti...

    ResponderExcluir
  17. Menino apressadinho !!!
    Como consegues que todos se ajoelhe diante de vc ao mesmo tempo...inacreditável na vida de um blogueiro...só pode ser esse seu carisma que contagiou tão de imediato...deu uma virada no teu blog...foi amigos demais ao mesmo tempo...só preciso saber se aguentas...e até quando...
    Como já disse outras vezes,seus textos nos deixa envolvidos como se fosse real tudo que lemos...imagina no dia dos namorados tú se namorando no espelho...
    Vc é um menino muito travesso...mas querido...só por ser um conquistador...
    Bjs para aquecer teu blog!!!!!!!!
    Obs:Ainda me conheces?

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito da sua postagem. Muito reflexiva, de muito bom gosto! E como escreves bem. Tô besta de ver como és original e cativante com tua escrita avassaladora. Sou teu fã. Sou escritor nas horas vagas, mas não chego aos teus pés. És único!
    Grande abraço,
    Afonso José Guedes

    ResponderExcluir
  19. Eu queria ter escrito isso.
    Que maravilha de texto. Simplesmente adorei!
    Menino, vc é mesmo o cara!
    Forte abraço,
    Eudáilia Cruz Sombreiro
    Recife

    ResponderExcluir
  20. ÉS DOS POETAS UM DO QUE MELHOR SE HÁ POR AÍ!
    GOSTEI PACAS DO QUE ESCREVEU. MUITO BOM, MESMO!
    SOU TEU FÃ E VOU VOLTAR AQUI. GOSTO DE BLOGS INTELIGENTES. MINHA NAMORADA TAMBÉM TE ADORA LER. FAZEMOS FACULDADE JUNTOS. TENHAS UM ÓTIMO DIA!
    ATÉ BREVE!
    RUI ALMEIDA RIOS

    ResponderExcluir
  21. Oi. Vim retribuir a sua gentileza em me visitar lá no meu cantinho! Como me achou?
    Li alguns posts, e confesso, gostei da sua poesia. Às vezes crua demais, mas, mesmo assim, gostei!
    Estava pensando no seu sobrenome peculiar. Teria alguma ligação com o Saudoso Coronel Ludugero? Porque se tiver, terei que sair correndo para contar ao meu pai. Tive uma infância rica em versos e poesia graças ao meu pai que era fá de muitos artistas regionais, entre eles, estava o Coronel e seus causos. Aliás, sou apaixonada por causos, mais até que poesia. Até me atrevi a publicar um em meu blog, não de minha autoria, por enquanto... Mas eu chego lá!
    Você é real mesmo ou é personagem? Vou ficar esperando retorno das perguntas que fiz, mas vou voltar ao blog mais vezes. Não deu pra ler tudo hoje, estou com pouco tempo.
    Fica com Deus!

    ResponderExcluir
  22. Bom dia!
    Um feliz dia após dia e com amor próprio sempre, claro.
    Bem vindo ao meu blog!
    Carla

    ResponderExcluir
  23. Olá João Ludugero

    Já tinha lido algumas das suas divertidas mensagens no blog de "M." e depois da sua visita ao meu blog vim até aqui bastante curioso.
    Fui surpreendido pela positiva.
    Andei a ler as suas poesias e quero dar-lhe os parabéns pela forma hábil e inteligente como "brinca" com as palavras.
    Quem me dera ser capaz, mas isso não é para todos!
    Obrigado por partilhar connosco os seus poemas que nos fazem sorrir e reflectir

    Abraço

    Vou colocar-me como seguidor)

    ResponderExcluir
  24. POETA JOÃO LUDUGERO,
    Boa noite!

    Não poderia deixar de te dizer que já li muita coisa interessante em sites poéticos, mas realmente, tu tens mesmo o dom da escrita inteligente, bem delineada até nas entrelinhas.
    Eu, nos meus momentos de folga, ando vendo o seu blog. Estou maravilhado com tantos textos de boa qualidade, da melhor literatura, fácil de entender, que nos prende do começo ao fim. PARABÉNS! És um grande poeta... dos bons! Lá no Hospital do Coração aqui de São Paulo tens uma legião de fãs. Eu repassei teu endereço para que outros possam te ler. Pode esperar que vai chover de seguidores, só aqui na escala cirúrgica tem uns 20(vinte) com quem comentei da sua poesia. Continue firme e a nos brindar com textos tão magníficos. Desculpe-me a intimidade.
    Forte abraço,
    Rubens Fercondini Ferragnolli Morato
    Médico-Cirurgião - São Paulo.

    ResponderExcluir
  25. ESSE POETA É DO BALACOBACO! ADOREI SEU TEXTO... MUITO A MINHA CARA! TUAS PALAVRAS CAÍRAM COMO UMA LUVA. PRECISO AGIR ASSIM, ME ENCONTRAR UMA HORA DESSAS COMIGO MESMO. DEIXEI-ME IR PELOS OUTROS, ME PERDI PELO CAMINHO DE OUTRAS CABEÇAS. EU FAZ TEMPO QUE NÃO MAIS SEI QUEM SOU... SÓ VIVO DE CASA PARA O TRABALHO E SUPERMERCADO. É SÓ MERCADORIA. O HUMANO ESTÁ LARGADO PELAS MÃOS ALHEIAS, DE MÃO EM MÃO, MAS QUE É FEITO CACHIMBO SÓ LEVA FUMO! CANSEI... VOU ME CUIDAR, TOMAR CONTA DE MIM, ANTES QUE A VIDA ME QUEBRE TODOS OS ESPELHOS E ME CEGUE... AINDA TENHO TEMPO. VOU ENSAIAR MEU RECOMEÇO, JÁ! HOJE É MEU DIA: VOU ME ENAMORAR. E O MUNDO QUE SE DANE! OU ME ESPERE!
    ABRAÇÃO,
    NILTON DIAS CARVALHEDO
    Vitória - ES

    ResponderExcluir
  26. Achei empolgante a descrição, egocentrico para poder se achar neste mundo cada vez menos amoroso.. agradeço a visita...

    SE PUDER PEGUE MEUS SELOS ESTOU A TE SEGUIR ABRAÇO!

    http://diarioemmeusolhos.blogspot.com/

    http://ciceroribas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Olá, Ludu... (gostei disso, se não dá rima, tem um ritmo ótimo!)
    Vim agradecer a visita ao meu blog, conhecer teu trabalho e me diverti muito com esse texto. Devo dizer que é estratégico: qualquer pessoa alegando que está feliz consigo mesma vai se tornar atraentíssima!!!! Adorei.
    Um abraço de Roraima, sob a água, calor e vida amazônica.

    ResponderExcluir
  28. Vixe nem sei quando é o dia dos namorados, mas sei que por estes dias estarei só. Só na alegria, só na boa. Só nos passos e só na leitura. Até parece uma Gíria.
    Ficar se enamorando no espelho é loucura. O melhor agrado que podemos fazer com nós mesmos é pensar positivo e ser Feliz de qualquer forma,.
    Abraços Ludugero. Fique com Deus.

    ResponderExcluir
  29. Oii,é um prazer conhecer seu blog!
    Cara gostei muito da poesia!Amor próprio esse que devemos ter antes de amar qualquer pessoa :)
    Adoro quando os homens escrevem :)
    Te sigo==*
    Beijinho

    ResponderExcluir
  30. Olá Ludugero! Obrigada pela visita ao meu humilde blog. O seu espaço é extraordinário! Um grande abraço e volte sempre. Eu voltarei.

    ResponderExcluir
  31. ' Oi , muito obrigado por seguir o meu blog.
    Pode ter certeza que estarei acompanhando seus textos também. Sucesso !

    ResponderExcluir
  32. ya te sigo como "fonterreal" gracias por pasarte por mi blog. Saludos!!

    ResponderExcluir
  33. Una forma muy personal de ver el amor. Gracias por pasarte por mi blog. Un cordial saludo.

    ResponderExcluir
  34. Hola, gracias por visitar mi blog...... Preciosas Poesias........ Un abrazo. Pasare a visitarte de vez en cuando, pues sois muchos blogs.
    Un saludo.

    ResponderExcluir
  35. Hola Joao:
    Agradecida de tu paso por mi Blog, vives en un país maravilloso. Brasil es bello, lleno de naturaleza y tibieza en sus gentes, por eso eres poeta porque te inspiras con tanta belleza...No se que sucede con tu gadget de seguidores, porque no pude acceder.
    Un abrazo para ti.

    ResponderExcluir
  36. Olá, Anita de Geo,

    Muito gratificante ter sua presença no meu blog de Poesias! Gostei dos seus doces coments. Volte sempre que puder e fique à vontade, pois a casa é nossa! Que bom que gostou da minha poesia! Ainda sou um eterno aprendiz de. Mas um dia chego lá, estou me aprimorando. Adoro ler e escrever. Não vivo mais sem isso, parece que entranhou e não sai mais da pele, do sangue, do respirar. Sabe?
    Eu sou de verdade, de carne e osso, mas sou bastante alma. Eu gosto dessa coisa de estar por dentro, a sentir o coração bater, bulir. Sou mesmo eufórico e movimento a vida, página por página na lida, no batente. Sou mesmo um forte, da estirpe do Coronel Ludugero, longe, mas faço parte da sua genealogia pernambucana, tenho raízes plantadas aí. Minha família hoje mora em Natal-RN. Eu já moro em Brasília há 27 anos. Gosto daqui, mas nunca esqueço da minha terra amada. Sempre a visito para reverdecer.
    Dê meu forte abraço no seu pai. E lhe diga que sou mesmo descendente do saudoso Cel. Ludugero, que também aprecio seus causos e canções de humor. Voltaremos a con/versar. Adorei te conhecer, mesmo que virtualmente. Ah, te achei lá no blog da minha Amiga Fernanda, lá no Pote das Palavras (Somo amigos também lá no Jardim dos Girassóis, onde participo postando com meus poemas). Adoro a Fernandinha, ela é um amor de criatura. Te deixo um fortíssimo abraço assim do tamanho da terra, Geo.
    Até mais!
    João Ludugero, poeta.

    ResponderExcluir
  37. Quero agradecer a todos que gostam da minha poesia. Nossa, que alegria é poder ver que tenho uma legião de amigos assim, cada dia-após-dia crescendo mais... Fico envaidecido e sensibilizado pelo apoio, pelos coments carinhosos, por tudo, só tenho a agradecer por tanto carinho e pela forma gratificante de poder compartilhar de suas amizades sinceras (sem cera). Voltem sempre! Obrigado, de todo coração.
    Abraços a todos e a cada um que me segue. Valeu!
    Bom final de semana!
    João Ludugero, poeta.
    Obs.: O gadget de seguidores está sumindo vez por outra, a Blogger deve está com problemas.

    ResponderExcluir
  38. Você é merecedor de todo SUCESSO! Gosto do que escreves. És mesmo do que há de melhor! Tua poesia, teus textos iluminam. E são "pá-bufh" compreensíveis. Porque não tenho nada contra o paranasianismo, mas vamos modernizar um pouco e cair na real os tempos mudaram... Sua poesia é inteligente, sem aquela coisa melosa que enche. Sou tua fã e não fico mais sem vir aqui, pois sei que vou embevecer a alma, evolada por tuas palavras benditas.
    Mariana Venceslau Bandeira,
    Estudante de Filosofia - UnB

    ResponderExcluir
  39. Beleza de vida!
    Amei seu texto de paixão!
    Feliz dia dos enamorados: todos os dias!!!
    Belo e relexivo texto. Minha cara!
    Eudes Bentes - Fisioterapeuta

    ResponderExcluir
  40. ADOREI VIR AQUI. ME SENTI MARAVILHADO COM SEU TEXTO. GOSTO DO QUE ESCREVE. MUITO, MESMO. VOCÊ TEM LIVRO EDITADO? SE TIVER, ONDE POSSO ADQUIRIR SUA OBRA? ABRAÇOS, MARIA DE FÁTIMA MAGNO.

    ResponderExcluir
  41. Gostei muito do seu blog, já estou te seguindo.
    Até mais, abraço.

    ResponderExcluir
  42. Caro Ludugero,
    Nada disso de nos dias dos namorados ficar sozinho consigo mesmo, tem mais é que se soltar, namorar, beijar e mais. Se não tens, eu namoro contigo on line. Esse texto está demais, parabéns.

    Beijocas e bom final de semana querido, e olha, não some do meu blog, estou sentindo falta de você por lá...

    ResponderExcluir
  43. Buenos días mi estimado, preciosa poesía nos compartes, muy intensa. Aprovecho para desearte un feliz fin de semana.
    Un abrazo
    De Tu amiga de Venezuela.

    (¯`v´¯)
    `•.¸.•´
    ¸.•´¸.•´¨) ¸.•*¨)
    (¸.•´ (¸.•´ .•´¸¸.•´¯`•-> ♥Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ SOYPKS Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ♥

    ResponderExcluir
  44. meu Deus!
    Maravilhoso!!!

    amei demais!!

    Olha, vou passar cmg mesma tbm!!!
    Tem que ser amar mto para aprender a amar os outros e deixar ser amado!
    beijusss

    ResponderExcluir
  45. Sexta-feira, 10 de Junho de 2011

    Cadê os nossos seguidores?... o gadget sumiu!
    A blogger pirou e sumiu com a lista de seguidores ... desapareceram outra vez!!!!
    Blogger do coração, vê lá se acabas de vez com as atualizações e isto fica a funcionar assim supimpamente, numa boa?
    Agora vou dormir sim, a ver se amanhã já temos de volta o quadro dos seguidores.
    Agradecida! Sei que são poucos mas são dos melhores, e eu gostava de chegar aos 30 seguidores sem ter que começar do zero.
    Por favor... Resolvam esse problema, tá difícil!!!
    Lígia

    ResponderExcluir
  46. ''Amor próprio'', amo mesmo me amar rs.
    Agora, também te sigo Poeta!

    ResponderExcluir
  47. Wonderful poems! I'm afraid Google Translation does not do your poetry justice, but they still carry a lot of impact. I admire you for having a gift with words!

    ResponderExcluir
  48. Olá Poeta, vim agradecer e retribuir a visita é claro que gostei do seu Blog e já estou te seguindo. Afinal de médico e poeta todo muito tem um pouco! Fique a vontade para visitar o meu Cantinho sempre que quiser! Parabéns pelo Poema é lindo! Deus o ilumine a cada dia! Bjs no coração! Márcia Valéria.

    ResponderExcluir
  49. Meu Caro Ludugero

    Viva,

    Para começar
    Quero deixar
    para ti

    Um grande abraço

    Comovidamente
    abrangente
    e sentido

    porque poeta és tu

    a tua poesia
    brota como as folhas
    nascem na árvore

    e sabes amar

    porque é isso que eu vejo no teu poema
    muitas coisas para dar

    Companheiro e amigo
    aprecio o que dizes
    como dizes

    e estou contigo

    porque da tua poesia
    vem até mim
    a alegria

    de viver

    Estarei por aqui
    sempre
    agora que te conheci

    Au revoir.

    João

    ResponderExcluir
  50. AMEI, AMEI, AMEI SUA POESIA.
    NÃO HÁ COMO NÃO SE APAIXONAR POR TI, POR TUA POESIA INCRÍVEL, CRÍVEL!
    VÊ-SE POR AQUI QUE SÓ SÃO CRÍTICAS DAS MAIS ELOGIOSAS AO TEU BLOG, AO TEU CANTINHO EFERVESCENTE, QUE BOLE COM A ALMA DA GENTE. TENS MESMO O DOM DE MEXER, DE DAR VIDA ÀS PALAVRAS... INTERESSANTE COMO O FAZES, DA MANEIRA QUE FAZES, DANDO CORES E RUÍDOS ÀS LETRAS... ÉS UM ARTISTA DE FATO, QUE PINTAS COM LETRAS UMA TELA GIGANTE NA ALMA DA GENTE. TU ÉS POESIA, DESDE ÀS VÍSCERAS À EPIDERME. ÉS ASSIM, O QUE HÁ DE BOM, E DOS BONS, ALGUÉM JÁ TE DISSE? EM TUAS VEIAS JORRA O FOGO DA POESIA. DÁ PRA VER NO RAIO-X. TEM POESIA EM TUAS VEIAS, Ó MENINO-POETA DAS VÁRZEAS VERDES DO AGRESTE!
    SOU TEU FÃ. TAMBÉM SOU ESCRITOR.
    LEONARDO ÁLVARES MACEDO GONTIJO

    PS.: VOLTAREI A TE VISITAR, NÃO PERDERIA POR NADA TEU BLOG. AGORA QUE ACHEI ESSE LUGAR LUMINOSO, VIREI MAIS VEZES, ALUMIAR O ESPÍRITO.
    OBRIGADO POR EXISTIRES!
    ATÉ LOGO!

    ResponderExcluir