Seguidores

quinta-feira, 19 de maio de 2011

MEU SANGUE AZUL TINTEIRO EM POESIA


A poesia é como um riacho,
Leito de verbos
Que o mel adoça,
Onde a alma do poeta se banha,
Sob os primeiros raios
Do amor derramado
Ao quebrar de toda manhãzinha.
Sei que amar/é/linha
De sol, amar-elo,
Um deitar manhoso,
Manso abrindo janelas à imensidão,
No remanso das palavras
Que se prestam ávidas
À soberana manha
Do sentir, arte e ofício.
Poesia é unir/verso,
É perfume visível
Que não desaparece
Quando entranha na pele. 
É devoção, poder, paixão tamanha.
Poesia é meada,
É fio de esperança que se alinha
No equilíbrio de um pote sagrado
Sustentado na cabeça
Sob a rodilha
Do  eterno cio
De um rio onde
Se fecundam sonhos,
Mesmo que salobros sonhos,
A duras penas fertilizados
Em versos testemunhos.

Poesia é magia e potestade,
Que singra horizontes por dentro
Da carne viva do coração
Que se esvai sem medo,
E fortalecido se dobra
Até à boca do céu
E desce encarnado,
E cobre de azul tinteiro
A nobre veia do poeta,
Querendo fazer
Um pacto de sangue
Multicolorido.

48 comentários:

  1. As palavras transmitem sentimentos e se deixar levar por elas é dom que poucos possuem.
    Parabéns pelo blog!
    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo poema sob a pena deste magnífico poeta João Ludugero. Gosto tanto das suas elucubrações!
    Sou tua fã, desde ontem, mas vou ficar vindo aqui beber das suas potáveis águas. És único!
    Abraço carinhoso,
    Lídia Gonzaga Porto Fioravanti

    ResponderExcluir
  3. Poesia feita de corpo e alma, esplêndida mente!
    Gostei de vir aqui. Olha só o que encontrei. Um manancial de palavras belas e benditas, jorrando amor. Tudo faz sentido aqui, Você é muito belo!
    Abraços,
    Mel

    ResponderExcluir
  4. Belissimo. Avassalador o seu blogue. Com certeza, serei um seguidor.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. É uma DELÍCIA estar bem aqui, pois seu blog é fantástico! Sua poesia é inebriante, luminosa, envolvente. Você é gostoso demais de ler, dá até vontade de se deixar arrebatar por tuas palavras e voar, pra dentro do coração. Puxa, como é maravilhoso sentir o que escreves. Repito: és único no que escreves, original e belo! Te curto de montão. Voltarei breve. Meu abração caloroso.
    Zeli Raquel Bastos.
    Brasília-DF

    ResponderExcluir
  6. Poesia - Um leito de verbos! João, que bela definição, assim como todas as outras nesse universo das palavras. E... as suas são lindas! Beijo

    ResponderExcluir
  7. a poesia é uma forma de ver o mundo, meio indefinida, é verdade, pois como uma nuvem pode parecer muitas coisas, incerta, porém misteriosa, depende de quem escreve, especialmente dos seus sentimentos, mas depende ainda mais dos sentimentos de quem lê, pois se um finge sentir o que sente de fato, o outro finge que sente o que o primeiro sentiu tão fortemente que sente de novo, a poesia não é reta, mas um curva em torno de uma montanha, pois não se vê onde vai dar. a poesia não é uma coisa mas a sombra dessa coisa, a poesia não é o por do sol mas seus reflexos. abraço

    ResponderExcluir
  8. Prezado Benno,

    Que maravilha que há no seu ponto de inflexão.Com tuas palavras precisas te dobras de corpo e alma ao acentuar quão luminosa pode ser a poesia que se irradia até depois sol poente. E o é, de certo.
    Há sintonia em nossa forma de pensar.

    Já disse o pensador Charles Ramuz:
    "A poesia não está nem nos pensamentos, nem nas coisas, nem nas palavras; ela não é nem filosofia, nem descrição, nem eloquência: ela é inflexão".
    Tenha um ótimo fim de semana. No mínimo, esplêndido, com saúde.
    Abraços,
    João, poeta.

    ResponderExcluir
  9. Poesia é sonho e liberdade, é paixão e carinho.
    Magnifico poema João.
    Abraço
    oa.s

    ResponderExcluir
  10. Já estamos seguindo o seu blog.

    Parabéns pelas postagens que com certeza, enriquece quem gosta de ler.

    Jailson Mendes
    Agência de São João Batista-MA
    www.agenciasjb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Teu sangue anil de beijos suaves e toque sutil!
    Derrama-me lágrimas de roseos momentos, de flores e céu!

    Um cheiro meu lindo, eu amo te ler!!! ♥

    ResponderExcluir
  12. Um belíssimo poema que li três vezes para saborear cada frase deste poema extraordinário. Gostei muito deste seu blog e vou juntá-lo à minha lista de blogs.
    Um bom fim de semana.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Linda poesia, João! Tão linda que a porei no meu blog, ok? Vc já havia me autorizado a postar a sua arte, então vou correndo compartilhar essa lindeza! Se tiver algum problema dá um toque!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Podes tentar definir poesia...Nunca o conseguirás de forma total...Mas vai te aproximando, a cada poema:)

    ResponderExcluir
  15. Boa noite João!

    vim do blog da Fernand..me encantei com teus versos!

    Sigo-te lendo!

    Um beijo de bom final de semana!

    ResponderExcluir
  16. M.,
    Não tenho,
    de certo o condão
    para tanto.
    Nem tento,
    porque definição limita.
    E poesia não se prende
    a laço ou amarras.
    Poesia é embocadura,
    é nascente de rio
    que não se represa.
    Só verte e se alastra
    desde as cabeceiras.
    Seria como tentar definir amor!
    É melhor seguir amando,
    vice-versando,
    poematizando...
    Em vírgulas, não pontos.
    Abraços.
    João, poeta.

    ResponderExcluir
  17. muito bonito adorei
    sou la das blogueiras unidas e vim seguir vc
    aguardo sua visitinh no meu cantinho
    http://brendagabrielle2010.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Obrigado pela sua visita.

    O coração lindo vai convidar toda a paz.
    Sossegado riacho paisagismo ...

    forte abraço, do Japão.
    ruma

    ResponderExcluir
  19. Poesia é a alma se deixando mostrar.

    Obrigada pela visita no Reinventando Emoções.

    abraços

    Nina

    quando puder visite também.
    http://devaneios-fragmentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Poesia... poesia é o que esse moço faz!
    Parabêns, parabêns grande João poeta!

    Tenha um ótimo fim de semana!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá meu amigo poeta, venho agradecer-te por me seguir^^ Isso prova que você gostou de meu blog. Muitíssimo obrigado meu amigo poeta!

    Nossa... não sei o que dizer. Só posso falar que amei esta poesia! Belíssima!

    Meus parabéns!
    Já estou te seguindo meu amigo^^

    Volte sempre!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. Belissimo seu blog meu amigo,,,a poesia é isso,,um alimento que temos pra alma,,,abraços fraternos,obrigado pela sua visita...um bom domingo.

    ResponderExcluir
  23. Poesia é isso, é amor entranhado,
    é vício contido, é perfume derramado
    é carinho escondido, poesia é uma forma
    de amor.

    beijos...Mariz

    ResponderExcluir
  24. Boa noite, Ludugero.
    Já tive a oportunidade de ler seus poemas e poesias num Blog de uma amiga. Não tenho o seu talento poético e escrevo o que me vem na cabeça, uma verdadeira viagem nas palavras. O objetivo do meu Blog é escrever o que penso sobre os fatos que vejo e vivo, numa tentativa de levar aos que lêem o que escrevo a um momento de reflexão. Foi bom saber que você gostou do que leu e se for de sua vontade divulgue-o entre seus seguidores para que eu possa levar minhas idéias a mais pessoas.
    Um abraço e seja bem vindo.

    ResponderExcluir
  25. Olá Ludogero,
    Somos do mesmo grupo na rede de parceria Blogueiras Unidas.
    Vim aqui pra conhecê-lo e o seu Blog.
    Adorei suas poesias. Inspiradoras! Já sou sua seguidora.

    Te espero como visitante assíduo, comentarista e seguidor no meu blog:
    http://lecycpicorelli-bioarquitetura.blogspot.com

    Um abraço,
    Lecy C. Picorelli

    ResponderExcluir
  26. Olá! Passando por aqui, cheguei, li e gostei. Verdade me encantei com a tua poesia, parabéns.
    Tenha um lindo final de semana.
    Beijos.
    Zelia

    ResponderExcluir
  27. Ludugero

    A beleza poética profunda!... Nem mais, nem menos, segundo a minha óptica.
    Deixo um agradecimento pela codealidade da visita.
    Abraço

    ResponderExcluir
  28. Olá João!
    Passando aqui para lhe dar as boas vindas e é claro para conhecer o seu cantinho [:)]
    Quantas poesias lindas por aqui!.. Parabéns por esse seu dom fabuloso!

    Beijocas super em seu coração e um lindo domingo para você!

    Verinha

    ResponderExcluir
  29. Adorei vir aqui. Encontrei vários amigos que já te seguem - quanta gente bonita! Teu blog está de parabéns! Eu com toda certeza voltarei para te apreciar. Suas poesias são de bom tamanho, maravilhosas!!!! Beijocas,
    Leide Rose Castro

    ResponderExcluir
  30. Uma bela semana pra ti meu amigo,,,abraços.

    ResponderExcluir
  31. Que poemaço!!!!
    Vou voltar pra ler tudo seu, porque és magnífico no que escreves. Muito bom!!!! Caramba fazia tempo que não lia algo assim, tão original e belo!
    Até logo!
    Beto Mascarenhas
    Rio de Janeiro-RJ

    ResponderExcluir
  32. LINDO DEMAIS!
    Fiquei babando, gostaria muito de escrever algo assim!!!! Um dia eu aprendo a fazer poesia. Ou já se nasce com ela na veia?
    Boa tarde! bom fim de semana.
    José Carlos Bontempo

    ResponderExcluir
  33. QUERIDA FERNANDA,
    BOA NOITE!

    VOCÊ NÃO PRECISA PEDIR LICENÇA PARA "FURTAR" MEU POEMA, POIS QUANDO O FAZES SÓ MULTIPLICAS AINDA MAIS AS CORES DENTRO DO TEU MÁGICO POTE DE PALAVRAS. FURTAR-CORES? NÃO, ESPALHÁ-LAS EM JORROS DE CÂNTAROS E JARROS DE INTENSO LUME.
    ISSO SÓ ENGRANDECE A ALMA DA GENTE, POIS TUA ÍRIS É MAIOR QUE TEU ARCO...ACREDITE! SE DEPENDER DE TI, MINHA POESIA VAI GANHAR O MUNDO. TE ADORO! AGRADEÇO A DEUS POR PODER COMPARTILHAR DA SUA AMIZADE. ABRAÇO ILUMINADO
    DO JOÃO, POETA.

    ResponderExcluir
  34. Já havia visto essa poesia do Ludugero e achei linda, forte e muito criativa. Ele brinca com as palavras e desfia a poesia, conceituando a poesia.
    Obrigada pela visita e parabéns pela postagem.
    Abraços e bom fim de semana.
    Marly Bastos
    in "palavreados ao vento" disse...

    ResponderExcluir
  35. Como gosto de boa poesia, cá estou! Como sempre...gostei!
    Abraço

    ResponderExcluir
  36. João

    Teu(s) poema(s) são maravilhosos, aqui e no Jardim. Adoro-os. Nunca deixe de 'jardiná-los' no nosso Blog Jardim dos Girassóis.
    Bjusss
    Sil

    ResponderExcluir
  37. Querida SIL,
    Obrigado pelos carinhosos elogios "engirassolarados".
    Pode deixar que não me ausentarei do nosso jardim. Tô sempre deixando uma semente por lá. Quem sabe, um dia desses elas brotam tanto que acabarão dentro de um livro. Tenho planos de breve editar meu livro de poesias. A matéria-prima está se formando, cada dia germinam novas sementes. Agradeço o apoio de suas palavras amigas. Abraço iluminado. Estou aqui, e lá no Jardim dos Girassóis. Muito sol em nossas vidas.
    Até mais! João, poeta.

    ResponderExcluir
  38. olá João, obrigado pela visita e por me seguir tbem... sua poesia e primorosa, amei demais... é um prazer segui-te. abraços!

    ResponderExcluir
  39. A tua poesia é um arco-íris de palavras !

    Beijinhos
    Verdinha

    ResponderExcluir
  40. Oi..adorei este post!!
    Sempre gosto de passar por aqui, sempre aprendo algo novo!!
    Bjão e boa semana
    Roberta

    ResponderExcluir
  41. É verdade, su também sempre que estico até aqui aprendo algo novo. Este site é surpreendente, nos cativa de tal modo que vicia a gente de vir aqui todos os dias conferir se tem poesia novinha. E não é que sempre tem! Adoro. Gosto dos textos, dos posts, dos coments, de ver as pessoas lindas que pintam por aqui. Nossa!!! que alegria começar o dia visitando um lugar assim... És um poeta iluminado, viu, Ludugero? Amo de paixão seu blog. Minhas amigas e amigos estão todos vindo usufrir de seus poemas. É muita gente que te ama. És um poeta muito amado, abençooado, de muita luminosidade. Tua candeia é perene a alumiar nosso peito, de amor e poesia. Parabéns! TE AMO, mesmo!
    Ludmilla Santiago Marquezzi
    Volta Redonda

    ResponderExcluir
  42. Obrigado, Ludmilla!
    Você não sabe como e quanto fico feliz e emocionado por tudo isso, pelo carinho e recepção, pela consideração com que se reportam a mim. Que bom que gostas das minhas poesias. Fico até sem palavras, fiquei sensibilizado com tanto carinho. Eu tanbém amo vocês! Nunca esqueça que a recíproca é toda verdadeira. Tenham todos uma semana hiper iluminada!!! Abraços do poeta João. Até mais!

    ResponderExcluir
  43. Agradeço de coração a cada um de vocês, pelo carinho, por estarem sempre aqui a apreciar minha poesia. Este blog fica cada vez mais iluminado com suas presenças. Tenham todos uma semana, no mínimo, esplêndida. Paz e bem!
    Abraço,
    João.

    ResponderExcluir
  44. Cara Roberta,
    Muito bom dia!
    Dizer que amei de paixão seu cantinho seria redundância. Pois, de fato, é apaixonante ir lá ler seus textos. Andei 'fuçando' tudo por lá e encontrei muitas pérolas. Adoro ler. E sites inteligentes me fascinam. Adorei muito ir te visitar. Vou ser mais assíduo. Seu espaço me reverdece. É um canto de muita energia, luminosidade, fosforescência! Voltarei, de certo. Gostei tanto, tanto assim que já estou dentro, te seguindo, a jato. Mas prometo que irei com mais demora, apreciar seus textos. Continues assim um ser de muita luz, emanas isso. Tenhas uma semana, no mínimo, esplêndida, pra cima, repleta de saúde e alegrias duradouras.
    Mega abraço,
    João, poeta.
    Se quiser, pode me 'perseguir'. Vou adorar ter seus coments aqui no meu blog. Sinta-se à vontade, pois a casa é nossa! Felicidades, amiga, hoje e sempre!
    Abraço iluminado. Mais outro.
    João.

    ResponderExcluir
  45. Fiquei no fim da fila,porque cheguei mais tarde,mas sempre a tempo de apresentar felicitações a quem as merece! Sua poesia é única,diferente do comum versejar.
    Será preciso dizer,voltarei?..........
    Saudações.
    De Portugal,
    Dilia Maria

    ResponderExcluir
  46. vc me encanta demais...

    http://kiroamiga.blogspot.com/2011/05/blog-ludugero-desde-que-me-entendo-por_24.html

    ResponderExcluir
  47. João Ludugero,
    estou encantada! Lindo BLOG! Lindas POESIAS!
    Tua sensibilidade me emociona e me enternece!
    Estou te seguindo, rs, beijos em teu coração.
    Parabéns, POETA!

    ResponderExcluir