Seguidores

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

CHÃO DE DENTRO

 O lavrador ara o solo
das mãos lança a semente
o sol aquece o vapor
que carrega a nuvem
cheia do céu,
a chuva cai de vez, tromba d'água,
o rio Joca se alarga na enchente,
inunda a vargem
espalha cheiro de terra molhada

encanto de sapos, caçotes e jias
alegria que se expande
pelas quatro bocas,
pelos quatro cantos,
apesar do suor e da mão calejada
labuta em renovar a peleja
que alimenta a esperança,
luz que banha de verde o sonho,
o leirão e o pé de feijão,
bem antes do meio-dia

a pino o sol se desabrocha 
lavoura em flor de algodão,
sobe o som do afiar 
das enxadas de ferro...
santa é a cantiga

que fecunda a Várzea,
as árvores florescem,
os frutos crescem
em reverência ao chão 

que se alastra em promessas 
por um agreste verde.

12 comentários:

  1. Tão lindo seu poema que tomei a liberdade de levá-lo ao Idéias Compartilhadas:

    http://soniaconsult-portal.blogspot.com/2011/11/4-semana.html

    Serás a inspiração dessa semana ♥

    Saudades querido amigo ♥

    ResponderExcluir
  2. Regina ragazzi,
    da Casa da Poesia disse:

    Fui acompanhando em imagens que criei, cada verso do seu poema.
    Semti o cheiro de terra, de semente, de fruto, de flor...
    Uma bela construção poética.
    Abraços,
    Regina

    ResponderExcluir
  3. Anderson Balderrama dos Reis,
    da Casa da Poesia disse:

    É o milagre da multplicação.
    Lançamos uma simples semente e colhemos o nosso pão.
    Como é gostoso ler algo como a sua poesia, pois me faz voltar no tempo quando eu morava em uma pequena cidade no interior de São Paulo, rodeada por fazendas onde eu, como minha bicicleta juntamente com alguns colegas, íamos até lá para tomar leite ordenhado diretamente em nossa caneca de aluminio.
    Bons tempos!
    Anderson Balderrama dos Reis

    ResponderExcluir
  4. Tu és mesmo lindo!
    Teu blog é lindo...
    E que imagem memorável
    que há na sutileza do teu versejar!
    És único! Amei de paixão sua poesia.
    Norádia Di Carli Lopes Vieira,
    Santos-SP.

    ResponderExcluir
  5. Prezado poeta Ludugero,
    Boa tarde!
    Eu ando um tanto atarefada, mas passar por aqui e ler teus poemas me descansa o coração e me anima a alma...
    Aplausos!
    Um beijo grande!
    Rosemary Proença.

    ResponderExcluir
  6. Caro João Ludugero,
    Fiquei fascinado com sua poesia!
    É absolutamente irresistível a tua arte.
    A conjugação de letras associada a um conjunto de bem ditas palavras na medida certa, adentram teu chão poético num verdadeiro festim para os sentidos.
    bravo!
    Raoni Serra.
    Valeu demais!
    É mesmo uma poesia
    que daria belíssima música!

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente encantada!
    Obrigada por me dar o prazer
    de conhecer este espaço.
    Somos sempre aprendizes.
    Belo Blog!
    Abraços
    da Maria Esther Naves.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom esse seu poema. Bem original, escrito com a alma em elementos harmoniosos.
    Parabéns,menino!
    Rui Mendes, poeta.

    ResponderExcluir
  9. HEITOR WERNER BEVILACQUA22 de novembro de 2011 12:29

    Caro poeta J. Ludugero,
    É sempre bom passear pela beleza das tuas imagens visuais e escritas. És um grande poeta!
    Parabéns por mais esta poesia magnífica em que retratas teu verdadeiro amor por tua terra! Belíssimo texto. Fiquei fascinado com tuas letras. Sou teu fã de carteirinha.
    Meus cumprimentos,
    Heitor Werner Bevilacqua.

    ResponderExcluir
  10. Já dizia Benedetto Croce:
    "Não há poesia
    sem um complexo de imagens
    e um sentimento que o anima."
    Tua poesia comprova o ditado.
    Parabéns!
    Giulia Elvira Moreira Mendes.

    ResponderExcluir
  11. Manoel De Almeida
    da Casa da Poesia disse:

    CARO POETA, MUITO BELO SEU POEMA, FEZ-ME LEMBRAR DE MEU PAI COM SUAS LAVOURAS E DE MINHA INFÂNCIA JUNTO A NATUREZA. PARABÉNS!
    ABRAÇO.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  12. Comentário de Beatriz Prestes,
    da Casa da Poesia:
    Que cenários lindos em tua poesia meu amigo!!
    Senti saudade de um tempo lindo!
    Parabéns meu amigo!!
    Bea

    ResponderExcluir